Uma Mulher Um Poema

 

"A vida é um poema que escrevemos todos os dias".



Meu Diário
10/09/2012 10h14
CARINHOSAMENTE

Depois de um período afastada por questões de saúde e técnicos (sim, o meu pc não queria colaborar!), volto às minhas origens e aos propósitos do Prosa em Verso.
Hoje venho aqui, com grande alegria (e assumindo, tamanho atraso) falar um pouco sobre a obra de Lilian Jeanete Menale.
Sim, a Lilian é uma de nossas grandes amigas, uma colaboradora e uma incentivadora e tanto!
Pois então, com seu enorme talento e com nosso apoio e torcida, a Lilian lançou seu primeiro livro através da Câmara Brasileira de Jovens Escritores e nos lisonjeou citando o Prosa em Verso em sua página de apresentação.
Imaginem pois a alegria que acometeu-me ao ter em mãos a obra de tão grande delineadora de palavras e ver que nosso trabalho aqui no Prosa em Verso está indo bem, trazendo aos nossos amigos e colaboradores uma chance de mostrar seus belos escritos, suas obras, seu talento.
Por isso estamos e sempre estaremos aqui, aos trancos e barrancos, trazendo a cultura dos nossos queridos escritores que estão saindo do armário.
Lilian, gostaria eu de estar pessoalmente parabenizando-a pelo lançamento de seu primeiro livro, intitulado sabiamente de "Uma mulher... Um poema".
Como não pude estar tão presente quanto gostaria, aqui está a minha singela homenagem e todo o meu carinho, sabendo que o caminho que temos é longo. E que esse caminho seja apenas o início, deixando claro que esse início traga-lhe imensas felicidades.
Saiba que nessa longa estrada não estará sozinha.
Tenho certeza de que não apenas eu, mas tantas pessoas que estão aqui presentes estarão ao seu lado, amiga!
Que esse primeiro passo seja o primeiro de muitos na sua estrada poética e que seu trabalho seja reconhecido devidamente o quão belíssimo ele é!
Aqui está registrado todo o carinho e agradecimento da Família Prosa em Verso por estarmos presentes em sua vitória!


Publicado por Uma Mulher Um Poema em 10/09/2012 às 10h14
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
12/06/2008 14h58
CAMINHOS DA VIDA...

Num grande precipício
Entre altos e baixos
Eu quase caí.

Minhas lágrimas 
No desespero,
Eu resisti.

Ao me encontrar
Em tristes caminhos,
Eu não esmoreci.

Nos meus passos ligeiros
Sem tropeçar,
Eu sobrevivi.


Publicado por Uma Mulher Um Poema em 12/06/2008 às 14h58
Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
25/09/2007 10h30
AUTO-RETRATO

Eu quero:
Descobrir,
Buscar,
Aprender, 
Sorrir,
Compreender,
Amar.

Estou em constante aprendizado
Com a vida,
Saboreio o gosto do inesperado
 Entre realidades e fantasias.

Uma forte intuição
me cerca e anuncia
O que está por vir.

Quiçá uma nova alegria? 

Sobrevôo sobre nuvens e cores 
Descobrindo novos horizontes
Numa imagem feliz,
Onde a felicidade é minha meta.

A bússola do tempo
É a minha guia
No caminho do meu existir
E vai me orientar nessa busca
Do amor no amplo sentido.


Publicado por Uma Mulher Um Poema em 25/09/2007 às 10h30
Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
28/08/2007 21h00
AMOR EM POESIA - LÍLIAN JEANETE MENALE

Abrir as páginas de uma vida,
Onde o floral duma Deusa, é poesia,
Lendo os encantos desta poetisa,
Fizera deste poeta ir à analogia.

Abrilhanta trilhas de emoções,
Com vastíssima faculdade poética,
Que vão além das correntes dos corações.

Opíparo, é tua obra, em todos os versos,
Carinhosamente apaixonados,
Singelos e muitíssimo festejado,
“Minh’alma na poesia” – LILIAN.

Jovem de corpo e alma talentosa,
És contemporânea do trimilênio,
Do amor que levas, és majestosa.

Erasmo Shallkytton

Esta homenagem abrangendo uma obra minha, foi o maior prêmio que eu recebi, no meu caminhar pela poesia. 
Obrigada, meu grande amigo.


Publicado por Uma Mulher Um Poema em 28/08/2007 às 21h00
Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
16/08/2007 03h01
UMA MULHER UM POEMA

Encanta-se com o perfume da flor,



Sonha sonhos coloridos,



No esplendor do amor.



Tem no olhar



O brilho das estrelas,



Tem nos lábios uma canção,



Dança como bailarina,



No rítmo suave do coração.



Escreve inúmeras poesias



Para encantar o seu amado.



 



24/05/2014 05:59 - Alberto Valença Lima


 


Encontrar


compreender


desvendar


sonhar


e


abraçar.


 


É


assim


que


te


vejo


amar.


 








Publicado por Uma Mulher Um Poema em 16/08/2007 às 03h01
Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Página 1 de 2 1 2 [próxima»]


 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras